Projetos

A UFMS VAI À ESCOLA PANTANEIRA

A UFMS vai à Escola Pantaneira segue a proposta de enriquecer a formação acadêmica e colocar em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula, com foco nas adversidades daqueles que vivem na dimensão territorial do Pantanal – que representa um terço do Estado de Mato Grosso do Sul.

O projeto atende alunos do 1° ao 9° ano do Ensino Fundamental em polos de educação e extensão nas fazendas pantaneiras da região de Aquidauana (MS), oferecendo assistência médica, odontológica e atividades educativas. O bioma pantanal é caracterizado pelo ciclo das águas. Na época das chuvas, novembro a abril, as áreas alagadas impossibilitam o trânsito entre fazendas e dificultam o desenvolvimento de um calendário escolar tradicional, exigindo adaptações.

 

A UFMS VAI À ESCOLA RURAL

A UFMS vai à Escola Rural é outra modalidade do projeto de extensão, vinculado ao A UFMS vai à Escola, que busca atender as escolas rurais do Mato Grosso do Sul no atendimento de necessidades básicas e valorização da tradição local, a partir da transferência do conhecimento acadêmico e do intercâmbio de experiências.

 

INCUBADORA TECNOLÓGICA

A Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares (ITCP-UFMS) é formada por um núcleo interdisciplinar de docente, acadêmico e técnico, que visa socializar o conhecimento da academia junto aos setores populares, prestando serviços para o início, desenvolvimento e/ou reciclagem de cooperativas, grupos de trabalho associativo e da agricultura familiar.

O eixo do projeto da ITCP-UFMS é estimular a formação de empreendimentos de economia solidária no Estado de Mato Grosso do Sul, como forma de geração de trabalho e renda, por meio da capacitação de cooperados/empreendedores, cursos de qualificação profissional continuada, além de assessorias e acompanhamentos nas áreas social, produtiva, educacional, saúde, jurídica, administrativa, econômica e tecnológica.

Objetivos da Incubadora

  • Oportunizar a geração de renda através da organização de coletivos de trabalhadores desempregados, pequenos agricultores, artesãos, prestação de serviços e outros;
  • Viabilizar o desenvolvimento da cadeia produtiva nos assentamentos, aldeias indígenas e pequenas propriedades rurais, por meio da implantação de cooperativas populares;
  • Organizar a comercialização da produção junto a órgãos públicos com incentivo ao consumo solidário;
  • Buscar parcerias com instituições públicas e de fomento ao desenvolvimento local;
  • Criação de selo de qualidade dos produtos produzidos pelos grupos incubados, a ser fornecido pela ITCP/UFMS;
  • Aumentar o nível de escolarização dos sócio-trabalhadores;
  • Desenvolver ações de saúde coletiva e meio ambiente;
  • Criar uma Rede Local de Economia Solidária para comercialização e venda dos produtos dos grupos incubados, por meio de parceria com a cooperativa de servidores da UFMS ou mesmo Pró-Reitorias da UFMS;
  • Promover a organização popular, tendo como perspectiva uma grande articulação nacional de cooperativas com um modelo alternativo de Economia solidária;

Feira Agroecológica

Entre as iniciativas da Incubadora está a Feira Agroecológica da UFMS, que existe desde 2011 no campus de Campo Grande. A proposta é comercializar produtos orgânicos dos agricultores e produtores incubados pelo projeto e fortalecer a economia solidária. Frutas, hortaliças legumes e outras opções de alimentos saudáveis e produtos da roça, livres de agrotóxicos, podem ser adquiridos semanalmente. A Feira acontece todas as terças-feiras, das 7h às 12h, no corredor central da UFMS.